vossblues.no Parajumpers jakke Norge canada goose jacket sale canada goose jakker dame doudoune canada goose homme manteau canada goose pas cher canada goose jacket sale billiga canada goose jackor

:: Sabaranet.com.br :: O Portal de Sabará :: DIRETO DA NET :: REDAÇÃO ::
 

Veja todos os serviços de TELE-ENTREGA de Sabará
VEÍCULOS - CARROS
VEÍCULOS ANUNCIOS
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
TERRENO - CENTRO HISTÓRICO
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
PROCURO NO SCHARLÉ
CONSULTE

OUTROS
SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM SABARÁ!
CONSULTE

INFO - OUTROS
DIGITAÇÃO EM GERAL PARTICULAR E EMPRESA
CONSULTE

Inclua seu anúncio GRATUITAMENTE*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

E-Mail:
Assinar
Remover


 
GERAL

DIRETO DA NET
 

 Teoria da Grande Mentira, atribui-se a Joseph Goebbels, ministro da propaganda de Adolf Hitler na Alemanha Nazista, a autoria da frase "Uma grande mentira repetida mil vezes torna-se verdade". Até mesmo a autoria da frase, pode não ser verdadeira, mas é correto que se enquadra perfeitamente na fundamentação de sua verdade. Afinal, tanto se tem falado que Goebbels cunhou a expressão que ninguém mais questiona a autoria. Estão dizendo horrores sobre o resultado das últimas eleições municipais. Estão colocando em dúvida a lisura da Justiça Eleitoral em Sabará. Os mesmos que invariavelmente, reclamam da "chatice" e da "intransigência" da responsável pelo Cartório Eleitoral, que não aceita capitulações, tentam agora, colocar em dúvida todo o trabalho desenvolvido sob os olhos e vigilância deles mesmos que agora choram, e se valem da máxima do alemão Goebbels. Democracia, tem regras e não é sinônimo de baderna. Em democracia, ganham os que recebem o aplauso da maioria. O exercício da democracia consiste em se reconhecer a vitória e a derrota. Ser derrotado nas urnas não é crime e não desqualifica ninguém. O candidato derrotado pelas urnas, repita-se pelas urnas, administrou a cidade por dois períodos, no século passado. Os de boa memória, que viveram naqueles dias, por certeza, não se esqueceram do clima de tensão vivido na cidade. As ameaças, os distúrbios com jornalistas locais, a contumaz perseguição aos adversários políticos. Na verdade, alguma coisa meio forte, algo semelhante a uma reencarnação de Adolf Hitler (engraçado é que tinha um Goebbels lá também! Usava barbas). Tenta-se agora desacreditar o Judiciário local. Acusam pessoas sérias, sem se importarem com a repercussão de suas táticas de intimidação.

Tentam criar um clima de terrorismo, valendo-se da boa fé de pessoas humildes que acreditaram em suas propostas. Desconhecem a fiscalização do Ministério Público e dos fiscais de seus próprios partidos. Criaram o factóide do sumiço das urnas. A cidade inteira comentou o sumiço das urnas! Primeiro cinco, depois oito, depois onze. QUANTAS? A cidade inteira, suspeitou de corrupção na Justiça Eleitoral, que informou ao TRE o resultado de 100% da apuração, sem noticiar o sumiço de urna, sem determinar a abertura de investigação, sem determinar a prisão em flagrante dos presidentes das seções de onde as urnas sumiram. Não pegou! Era mentira. Mas a cidade, movida pelo boato idiota, se idiotizou e não percebeu que estava diante de uma grande bobagem. Pessoas humildes e bem intencionadas, foram levadas para a porta do Fórum, feito massa de manobra. Gritos, histeria! Patético! Ninguém ligou, passaram a dizer que teria uma nova eleição no dia 26 de outubro! A cidade, bestamente, novamente acreditou! Surgiu um vídeo idiota, produzido, às escondidas, por um candidato meio louco, com síndrome de perseguição. O vídeo fala de uma coisa, eles ouviram outra! A cidade, mais uma vez é ludibriada. Convoca-se a população para um ato público. Vai surgir uma bomba! Disseram que nesse ato público, o candidato derrotado tomaria posse como prefeito! Incrível, mas, a cidade acreditou, mais uma vez nessa mentira cabeluda, sem raciocinar que a posse é em 1.º de janeiro! Assim, de boato em boato, a coisa vai tomando pulso e pode chegar onde eles querem. Querem é que as pessoas se peguem nas ruas! As pessoas vão sendo usadas, instigadas. Provoca-se um clima de radicalização onde, quem não votou e nem apoiou o candidato derrotado, é provocado acintosamente, passa a ser taxado de corrupto, de vendido, de ladrão. A mentira passa a ser uma verdade. Uma verdade hitleriana, uma verdade de Goebbels. Uma verdade criada pela repetição, sobre fortes desejos de virada de mesa, coisa que nem no futebol se admite mais. Ora, Sabará tem que se ligar no mundo. Se tivesse mesmo ocorrido todas essas coisas, será que Globo, Band, SBT, Itatiaia, JB, Folha de São Paulo, ainda não teriam aparecido? Será que Sabará não sabe de uma coisa chamada Internet e não sabe que isso rola por lá, e não seria possível que não tivesse chegado ao conhecimento desses órgãos da imprensa regional? Será que Sabará não sabe que os crimes eleitorais são de natureza Federal, e, se tivesse mesmo algo de sério, a Policia Federal já não estaria aqui na cidade? Suspeitas muito menores que essas, trouxeram a PF a Sabará para ver onde estavam colocando as verbas do PAC, e o dinheiro nem tinha chegado aqui! Será que Sabará é tão insignificante assim, que uma fraude eleitoral não cria interesses maiores? Só bobo acredita nisso, nisso, e em lobisomem, chupa cabra, etc. Ora, estão nos expondo a um grande mico! Quem perdeu, perdeu e deve se recolher à sua falta de significância. Daqui a quatro anos teremos outra eleição, se tiverem competência, voltarão ao posto de onde desceram, isso se o povo quiser. Cala a boca Fantini!

 
Edição: 694
Postado em: 11/12/2008 2:04:46 PM
Anuncios Sabaranet | Fone: 31 8590-4080
     

 

     


Veja mais notícias

 

Estrada Real

 

 

.

Visitantes on-line: 196

.
.
aa
aa

.