vossblues.no Parajumpers jakke Norge canada goose jacket sale canada goose jakker dame doudoune canada goose homme manteau canada goose pas cher canada goose jacket sale billiga canada goose jackor

:: Sabaranet.com.br :: O Portal de Sabará :: FESTA DO ROSÁRIO É TRADIÇÃO DESDE A ÉPOCA DOS ESCRAVOS :: REDAÇÃO ::
 

Veja todos os serviços de TELE-ENTREGA de Sabará
VEÍCULOS - CARROS
VEÍCULOS ANUNCIOS
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
TERRENO - CENTRO HISTÓRICO
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
PROCURO NO SCHARLÉ
CONSULTE

OUTROS
SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM SABARÁ!
CONSULTE

INFO - OUTROS
DIGITAÇÃO EM GERAL PARTICULAR E EMPRESA
CONSULTE

Inclua seu anúncio GRATUITAMENTE*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

E-Mail:
Assinar
Remover


 
CULTURA

FESTA DO ROSÁRIO É TRADIÇÃO DESDE A ÉPOCA DOS ESCRAVOS
 

 Em Sabará, a tradicional festa em honra a Nossa Senhora do Rosário teve início no último dia 16, com o tema "Maria, mãe do Rosário, discípula e missionária na vida do povo de Deus”. O cenário tem sido um dos mais belos monumentos do Centro Histórico - a Igreja do Rosário, um templo inacabado, feito pelos escravos da Irmandade dos Homens Pretos da Barra do Sabará. É conservada no interior da nave principal a capela primitiva, datada de 1713. Trata-se de um importante testemunho dos processos construtivos da época. Localiza-se, de forma curiosa, no antigo largo do Rosário, centro do poder da Villa de Nª Sra. da Conceição de Sabará.

Após as missas, foi realizado o translado da imagem da Virgem do Rosário para a igreja do São Francisco em procissão luminosa. A novena e recitação de um quarto do Rosário vêm ocorrendo na igreja de São Francisco todos os dias a partir das 18h30 até o dia 25. A festa envolve grande parte das comunidades católicas do município que se revezam durante os dias de festa nas tarefas de recitação de um quarto do Rosário, na elaboração da liturgia e na responsabilidade pelos cânticos nas missas. Um trabalho fascinante de integração no qual cada um tem espaços para doar o seu trabalho.

A Virgem do Rosário era cultuada pelos negros no Ciclo do Ouro nas Minas Gerais e notadamente em Sabará, que contava com um contingente escravo bastante representativo, com cerca de cinco mil negros na primeira metade do século XVIII. A festa do Rosário é realizada todos os anos, com o objetivo de preservar essa antiga tradição de cultuar a Virgem.

Dentro dos festejos, desde o dia 16, tem acontecido novena, missas, procissões, levantamento de mastro, apresentação de corais e outras manifestações remanescentes do período colonial, quando os escravos negros se concentravam, no mês de outubro para homenagear sua padroeira - Nossa Senhora do Rosário. No sábado passado houve o cortejo com a presença do rei Marcos Antônio do Amparo e rainha Nilma Regina do Carmo Amparo e o casal mordomo Paulo Alves Damada e Alba Valéria Rocha Damada que conduziram a bandeira posteriormente hasteada em mastro ao lado da igreja do Rosário. O casal real ofereceu em sua residência, localizada à rua Santa Cruz, no Morro da Cruz, um farto lanche a todos que compareceram ao local. O cortejo seguiu rumo à igreja de São Francisco acompanhado pela sempre disponível e pronta a atender Sociedade Musical Santo Antônio de Roça Grande, sob a batuta do entusiasmado, e sempre presente, Wagner Calixto. As bênçãos da Virgem vieram do céu em forma de chuva que não chegou a comprometer e nem tirar o brilho do cortejo composto por um bom número de fiéis.

A festa termina neste fim de semana com a seguinte programação: No sábado, dia 25, às 19h na igreja de São Francisco, recitação de um quarto do Rosário e às 19h30 celebração eucarística sendo o ofertório do dia de biscoitos e bolos. Após a missa haverá uma apresentação especial do Coral Waldemar Baptista.

O domingo, dia 26, promete ser um dia especialíssimo. Os grupos de congado chegam cedo na cidade e serão recebidos para um café na EE. Paula Rocha. Às 9h tem concentração no largo São Francisco, de onde sai a procissão com grupos de congado da cidade e de cidades vizinhas, rei, rainha, casal mordomo, como não poderiam faltar, as nossas alegres, belas e coloridas mucamas e as imagens de São Francisco e de Nossa Senhora do Rosário. O destino será a praça Melo Viana, onde haverá missa campal.

Pelo que se pode perceber, os organizadores preparam toda a festa com muito carinho e dedicação, tendo a coordenação geral do Pe. Nilson Santana, e certamente o encerramento no domingo não vai ser diferente. Participe!

 
Edição: 693
Postado em: 11/3/2008 5:25:46 PM
Anuncios Sabaranet | Fone: 31 8590-4080
     

 

     


Veja mais notícias

 

Estrada Real

 

 

.

Visitantes on-line: 1292

.
.
aa
aa

.