vossblues.no Parajumpers jakke Norge canada goose jacket sale canada goose jakker dame doudoune canada goose homme manteau canada goose pas cher canada goose jacket sale billiga canada goose jackor

:: Sabaranet.com.br :: O Portal de Sabará :: PREFEITURA AGUARDA TOMBAMENTO DO SOLAR MELO VIANA :: REDAÇÃO ::
 

Veja todos os serviços de TELE-ENTREGA de Sabará
VEÍCULOS - CARROS
VEÍCULOS ANUNCIOS
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
TERRENO - CENTRO HISTÓRICO
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
PROCURO NO SCHARLÉ
CONSULTE

OUTROS
SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM SABARÁ!
CONSULTE

INFO - OUTROS
DIGITAÇÃO EM GERAL PARTICULAR E EMPRESA
CONSULTE

Inclua seu anúncio GRATUITAMENTE*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

E-Mail:
Assinar
Remover


 
CULTURA

PREFEITURA AGUARDA TOMBAMENTO DO SOLAR MELO VIANA
 

Está em posse da Prefeitura de Sabará um projeto proposto pelo empresário Jurandir Lamego, um dos proprietários da ruína conhecida como Solar Melo Viana. O projeto visa implantar no solar o Museu do Azulejo. Em 2007, Jurandir apresentou à prefeitura um estudo preliminar de arquitetura para viabilizar a criação do novo espaço voltado para a arte e a cultura, com galerias para exposições temporárias e até um charmoso café.

O Projeto do Museu do Azulejo foi apresentado à diretora do Museu de Artes e Ofícios de Belo Horizonte, Ângela Gutierrez, pelo proprietário do Solar Melo Viana conjuntamente com a Prefeitura de Sabará. Ela elogiou a iniciativa, enfatizando a importância de um projeto dessa grandiosidade para o município e a necessidade de captação de recursos para que o mesmo possa ser executado.

O Solar Melo Viana não possui nenhum tipo de tombamento, apesar de seu inegável valor histórico. Por isso, a Gerência de Patrimônio da Secretaria Municipal de Cultura de Sabará também vem atuando na formulação do dossiê para o tombamento municipal do imóvel, no intuito de agilizar a captação de recursos junto às esferas governamentais.

Em julho de 2007 foi realizada uma vistoria técnica pela Secretaria Municipal de Obras no prédio. Um laudo complementar foi solicitado ao Corpo de Bombeiros, no qual ficou constatado o risco de desabamento. No boletim de ocorrência, datado de 3 de agosto de 2007, a corporação sugere o escoramento e isolamento da construção com tapumes, por questão de segurança.

Diante dessa recomendação, a Secretaria Municipal de Cultura fez um contato com o IEPHA (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico) que prontamente, tendo em vista o inegável valor do bem, disponibilizou técnicos para a realização do projeto de escoramento da ruína do Solar Melo Viana. As informações quanto à necessidade de adotar as medidas de segurança e o projeto de escoramento foram repassadas aos proprietários do imóvel. Eles alegaram impossibilidade financeira para executar o serviço.

O fato foi comunicado, oficialmente, pela Secretaria Municipal de Cultural ao Ministério Público no dia 2 de junho, deste ano. O município está tentando fazer a sua parte, mas a prefeitura entende que cabe aos proprietários adotarem as medidas para garantirem a segurança do imóvel, até que ocorra a finalização do processo de tombamento. O tombamento torna mais viável uma possível captação de recursos para o Museu do Azulejo ou para qualquer outro projeto cultural no prédio.

 
Edição: 691
Postado em: 10/7/2008 1:54:19 PM
Anuncios Sabaranet | Fone: 31 8590-4080
     

 

     


Veja mais notícias

 

Estrada Real

 

 

.

Visitantes on-line: 1960

.
.
aa
aa

.