vossblues.no Parajumpers jakke Norge canada goose jacket sale canada goose jakker dame doudoune canada goose homme manteau canada goose pas cher canada goose jacket sale billiga canada goose jackor

:: Sabaranet.com.br :: O Portal de Sabará :: ESTRATÉGIA POLÍTICA E QUOCIENTE ELEITORAL PODEM DEFINIR UMA ELEIÇÃO :: REDAÇÃO ::
 

Veja todos os serviços de TELE-ENTREGA de Sabará
VEÍCULOS - CARROS
VEÍCULOS ANUNCIOS
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
TERRENO - CENTRO HISTÓRICO
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
PROCURO NO SCHARLÉ
CONSULTE

OUTROS
SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM SABARÁ!
CONSULTE

INFO - OUTROS
DIGITAÇÃO EM GERAL PARTICULAR E EMPRESA
CONSULTE

Inclua seu anúncio GRATUITAMENTE*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

E-Mail:
Assinar
Remover


 
POLÍTICA

ESTRATÉGIA POLÍTICA E QUOCIENTE ELEITORAL PODEM DEFINIR UMA ELEIÇÃO
 

 Ao conviver com a política no seu dia-a-dia, o sabarense Fábio Sales, se tornou um estrategista político. Em 1988 foi eleito ao cargo de vereador, com um plano de estratégia política que montou. Mas preferiu não seguir carreira, não quis disputar outras eleições. Seu gosto maior é montar os planos estratégicos. Segundo Fábio, no ano de 1996 e 2000, nos dois mandatos do ex-prefeito, Wander Borges e em 2004 na eleição do atual prefeito Sérgio Freitas, ele montou um plano que os ajudou a ganhar as eleições. O sabarense explica que através de seu trabalho, consegue levantar dados importantes, para que assim possa orientar o candidato para alcançar o objetivo maior, ser eleito na majoritária. “Nunca errei. Na última eleição acertei até quais os candidatos a vereador que seriam eleitos”, garante Fábio.

O estrategista conta que para montar seu plano usa e abusa da matemática. É preciso usar a cabeça e a calculadora, para buscar uma estimativa e saber quem tem maior probabilidade de ganhar as eleições. O primeiro passo de Fábio, é saber o número total de eleitores no município, em seguida calcula o número de eleitores por região, para assim fazer uma regra de três ponderada, que possibilita avaliar quem tem mais chances de ganhar as eleições. O objetivo de Fábio é a eleição majoritária, mas para realizar este plano precisa de colocar em seu quadro todos os candidatos a vereador, inclusive os da oposição. “Calculo as possibilidades de votos dos vereadores por região, pois também são importantes para conseguirem votos para a majoritária”, explica Fábio. Também revela que além de usar a ciência exata da matemática, costuma andar muito em todas as regiões, freqüenta botecos, igrejas, centro espíritas entre outros locais, que o possibilite fazer suas pesquisas para se pautar melhor na montagem de seu plano. Ainda esclarece que as eleições para vereador depende do quociente eleitoral. Veja na matéria a baixo.

Saiba como funciona o quociente eleitoral

No domingo, dia 5, eleitores de todo o Brasil irão às urnas para escolher o prefeito e o vice-prefeito de cada cidade, também vão escolher seus representantes da Câmara de Vereadores. Apenas nos municípios que possuem mais de 200 mil eleitores há possibilidade de segundo turno, no dia 26 de outubro. Este não é o caso de Sabará que possui 79.349 mil eleitores. Na eleição para prefeito e vice-prefeito adota-se o princípio majoritário, assim como na escolha de presidente da República, governadores e senadores. De acordo com este princípio, será considerado eleito o candidato que obtiver a maioria dos votos válidos (sem contar brancos e nulos). Para a escolha dos vereadores é utilizada a eleição proporcional, como no pleito para deputado federal e estadual. Neste sistema, não é necessariamente eleito quem consegue mais votos. Para elegerem-se, os candidatos dependem do quociente eleitoral e partidário.

Quociente Eleitoral - Só poderão concorrer à distribuição dos lugares na Câmara Municipal, os partidos e coligações que alcançarem o quociente eleitoral — resultado da divisão do número de votos válidos (todos os votos excluídos brancos e nulos), pelo de lugares a preencher no Legislativo local. De acordo com o artigo 111 do Código Eleitoral (Lei 4.737/65), se nenhum partido ou coligação alcançar o quociente eleitoral, até serem preenchidos todos os lugares, serão considerados eleitos os candidatos mais votados.

Quociente Partidário - Os partidos elegem a quantidade de candidatos que o quociente partidário indicar. Para chegar à quantidade de cadeiras que cada legenda ou coligação terá, ou seja, o quociente partidário, divide-se o número de votos que obteve pelo quociente eleitoral. Quanto mais votos a legenda ou coligação conseguir, maior será o número de cargos destinados a ela. Os cargos devem ser preenchidos pelos candidatos mais votados do partido ou coligação.

Com os quocientes eleitorais e partidários pode-se chegar a algumas situações. Um candidato A, mesmo sendo mais votado que um candidato B, poderá não alcançar nenhuma vaga se o seu partido não alcançar o quociente eleitoral. O candidato B, por sua vez, pode chegar ao cargo mesmo com votação baixa ou inexpressiva caso seu partido ou coligação atinja o quociente eleitoral.

Quando sobram vagas, mesmo depois de preenchidos os quocientes partidários, faz-se uma nova conta, chamada de cálculo de distribuição das sobras com base no artigo 109 do Código Eleitoral. Para esta distribuição utiliza-se a votação válida de cada partido que já conquistou vagas, dividida pelo número de vagas obtidas no quociente partidário, mais um.

Cadeira de vereador -O número de cadeiras disponíveis na Câmara Municipal é proporcional ao número de habitantes, de acordo com o artigo 29, inciso IV, da Constituição Federal. Em Sabará há 11 cadeiras na Câmara.
Fonte: TSE


Exemplificado
O estrategista político, Fábio Sales explica que o primeiro passo é encontrar o número de votos válidos. Em Sabará por exemplo, tem-se 79.349 mil eleitores. Fábio estima que o número de votos válidos gire em torno de 64 mil. O segundo passo é saber quantos integrantes tem a Câmara Municipal, no caso de Sabará tem-se 11. Em seguida deve-se encontrar o quociente eleitoral, ou seja, o número mínimo necessário para eleger um vereador. Para saber esse número, Fábio, dividiu o número de votos válidos pelo número de vereadores que compõem a Câmara Municipal, encontrou uma média de 5.700 votos. Para que o partido ou coligação consiga eleger um vereador é necessário no mínimo esses 5.700 votos. Caso contrário à coligação ou partido não terá nenhum candidato eleito.

 
Edição: 691
Postado em: 10/7/2008 1:49:58 PM
Anuncios Sabaranet | Fone: 31 8590-4080
     

 

     


Veja mais notícias

 

Estrada Real

 

 

.

Visitantes on-line: 212

.
.
aa
aa

.