vossblues.no Parajumpers jakke Norge canada goose jacket sale canada goose jakker dame doudoune canada goose homme manteau canada goose pas cher canada goose jacket sale billiga canada goose jackor

:: Sabaranet.com.br :: O Portal de Sabará :: CASOS DE POLÍCIA [689] :: REDAÇÃO ::
 

Veja todos os serviços de TELE-ENTREGA de Sabará
VEÍCULOS - CARROS
VEÍCULOS ANUNCIOS
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
TERRENO - CENTRO HISTÓRICO
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
PROCURO NO SCHARLÉ
CONSULTE

OUTROS
SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM SABARÁ!
CONSULTE

INFO - OUTROS
DIGITAÇÃO EM GERAL PARTICULAR E EMPRESA
CONSULTE

Inclua seu anúncio GRATUITAMENTE*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

E-Mail:
Assinar
Remover


 
POLICIAL

CASOS DE POLÍCIA [689]
 

Confusão em festa acaba em facada

Um rapaz se envolveu em uma briga dentro de uma festa em uma residência na rua Cuiabá no bairro Valparaíso e saiu ferido. Ele levou facadas na nuca mas conseguiu chegar a um Batalhão da Polícia Militar, situado em BH. A vítima, Giovanni Bergamoni Caio de Castro, de 25 anos, morador do bairro Fernão Dias, de Belo Horizonte, alegou aos militares que a briga começou porque um grupo de rapazes que também estavam na festa começaram a “paquerar” sua namorada. Giovanni foi levado ao Pronto Socorro João XXIII e foi internado.

A Polícia foi ao local da festa com uma testemunha que identificou o suposto agressor. Ao ser revistado, PM encontrou com ele a faca usada na agressão. Ele foi preso em flagrante e conduzido à delegacia.


Moto é queimada por causa de “rixa” antiga

Na madrugada de domingo, dia 14, Cláudio Henrique de Oliveira, de 20 anos, morador do Alto Cabral, teve sua moto queimada enquanto estava em uma festa na rua Odilon Alves dos Santos, no bairro Caieiras. A moto, uma Twister, placa HHN 8870, estava estacionada próxima ao local onde ocorria a festa e segundo Cláudio, o fogo foi colocado por um rapaz conhecido no qual ele tem uma “rixa” há alguns anos. O suspeito do crime é morador do bairro Morro São Francisco e não foi encontrado pela polícia. “Tivemos uma briga há um tempo em uma festa no Cravo Vermelho porque ele queria beijar minha irmã a força”, relata Cláudio que chateado diz que a moto era 0 km e que foi comprada recentemente.


Armas são apreendidas pela PM

Duas armas e vários cartuchos de munição foram apreendidos pela Polícia Militar, depois de denúncia anônima, na manhã de terça-feira, dia 16, na rua Democrata no bairro Alvorada. A PM se deslocou até a residência denunciada e a proprietária deixou os militares entrarem. Foi encontrado na casa, embaixo da cama, duas armas, uma espingarda calibre 32 e um revólver calibre 22 e vários cartuchos de munição. A proprietária alegou que o material pertencia ao seu marido, Gevanildo Batista Gonçalves, de 32 anos, que estava trabalhando nas proximidades da casa. A polícia o encontrou e ele assumiu que o material lhe pertencia e que não possuía os registros das armas. Gevanildo alegou que comprou o revólver calibre 22 na mão de um menor de idade do bairro Pedra Branca em Belo Horizonte por R$ 150,00. Ele foi preso em flagrante.

Ainda no mesmo dia, em outra ocorrência, a PM apreendeu três garruchas e vários cartuchos de munições no bairro Santana. Os militares atenderam uma denúncia de disparo de arma de fogo que teria ocorrido no cruzamento das ruas Magnólia com Ricardino. Um rapaz, estava no local e ao avistar a viatura fugiu. Os militares não conseguiram alcançar o suspeito mas encontraram em uma sacola deixada por ele, as armas e as munições. Nenhum morador soube informar quem era o provável dono do material.


Crianças são deixadas sozinhas e casa quase pega fogo


Por volta das 23h de segunda-feira, dia 15, a Polícia Militar atendeu uma chamada na rua Ganhães no bairro Nossa Senhora de Fátima por abandono de incapaz. Em uma residência, estavam duas crianças, uma de 11 e outra de 3 anos, sozinhas. As crianças tinham pedido socorro aos tios que moram próximos da casa, pois um colchão havia pegado fogo. A mãe das crianças, Valéria Grilo da Silva, de 32 anos, não estava no local, porque segundo testemunhas, ela trabalha a noite e não volta para casa nesse período.

A Polícia constatou o princípio de incêndio no domicílio. O fogo havia sido apagado pelos vizinhos. Segundo o boletim de ocorrência, testemunhas disseram que os menores são abandonados constantemente pela mãe e que a mesma só deixa à disposição das crianças, para a alimentação, pacotes de macarrão instantâneo. Diante disso, a PM deixou as crianças sob a responsabilidade de uma tia que foi orientada a procurar o Conselho Tutelar da cidade. -

 
Edição: 689
Postado em: 9/22/2008 9:30:18 PM
Anuncios Sabaranet | Fone: 31 8590-4080
     

 

     


Veja mais notícias

 

Estrada Real

 

 

.

Visitantes on-line: 1915

.
.
aa
aa

.