vossblues.no Parajumpers jakke Norge canada goose jacket sale canada goose jakker dame doudoune canada goose homme manteau canada goose pas cher canada goose jacket sale billiga canada goose jackor

:: Sabaranet.com.br :: O Portal de Sabará :: CASOS DE POLÍCIA [686] :: REDAÇÃO ::
 

Veja todos os serviços de TELE-ENTREGA de Sabará
VEÍCULOS - CARROS
VEÍCULOS ANUNCIOS
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
TERRENO - CENTRO HISTÓRICO
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
PROCURO NO SCHARLÉ
CONSULTE

OUTROS
SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM SABARÁ!
CONSULTE

INFO - OUTROS
DIGITAÇÃO EM GERAL PARTICULAR E EMPRESA
CONSULTE

Inclua seu anúncio GRATUITAMENTE*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

E-Mail:
Assinar
Remover


 
POLICIAL

CASOS DE POLÍCIA [686]
 

Homem morre por negar favor ao tráfico



Se negar a esconder drogas em casa para traficantes pode ter sido a motivação para o assassinato do aposentado Francisco Januário Filho, de 66 anos. De acordo com a Polícia Militar, ele foi encontrado morto com um tiro no rosto, abaixo do olho esquerdo, na noite de quarta-feira, dia 20, na cozinha de casa, na rua Alfenas, no bairro Nossa Senhora de Fátima.

Dois jovens, um de 19 anos e outro de 18, foram presos suspeitos de envolvimento no crime. Segundo a PM, um terceiro suspeito está foragido. O cabo Éder Sabino Daniel, da 15ª Cia Ind, disse que os suspeitos estavam em um bar, situado no mesmo bairro, bebendo tranquilamente. “Eles foram vistos entrando e saindo da casa da vítima na hora do crime”, comenta o cabo. Com os dois, foram apreendidas três buchas de maconha, um tablete de 100gm de maconha prensada, três papelotes de cocaína e R$ 125,00 em dinheiro.

O militar informou que há cerca de seis meses o suspeito que está foragido teria pedido a Francisco para guardar droga na casa. Na ocasião, a vítima teria se negado e, desde então, passou a ser ameaçada. “Ele chegou a comentar sobre as ameaças com outras pessoas”, disse o policial. Além disso, o inspetor da 30ª regional da Polícia Civil de Sabará, Paulo Olegário, disse que as discussões entre os suspeitos e a vítima eram constantes. “Apuramos que os problemas e brigas entre eles já vinham acontecendo há mais tempo”, comenta o inspetor. O rapaz de 19 anos, confessou a autoria do crime e relatou ao delegado que estava passando na porta da casa da vítima e resolveu arrombar o portão. A vítima tentou reagir e acabou baleada. A arma do crime, um revólver calibre 38 ainda não foi localizada.

A polícia teve dificuldade em fazer as primeiras apurações sobre a morte de Francisco Filho porque os envolvidos são temidos na região. Tudo indica que o homem que está foragido também teria ameaçado outros moradores, que se recusam a dar mais informações. 

 

Família unida pelo crime
Irmãos são presos na mesma semana por porte ilegal de arma e por tráfico


No começo da noite de domingo, dia 24, a Polícia Militar prendeu Welder Barbosa, de 24 anos, por porte ilegal de arma de fogo. O fato ocorreu dentro de um bar na rua Padre Faustino no bairro Vila Nova Vista. A polícia abordou o rapaz e em sua cintura foi encontrado um revólver calibre 38 com a numeração raspada e com cinco munições. O suspeito informou aos militares que a arma era para se defender, pois estava recebendo ameaças de alguns traficantes daquele bairro. A polícia o levou preso por ele não ter o registro da arma.

Apenas três dias depois, o irmão de Welder também foi detido pela polícia, porém, sob a acusação de tráfico de drogas. A PM chegou até Welson Gonçalves dos Santos, conhecido como “Bitoca”, de 23 anos, após denúncia anônima de que ele estava traficando em sua própria residência no bairro Rio Negro.

Os militares foram até o local e encontraram “Bitoca” vestido com as mesmas roupas descritas pelo denunciante. Ele foi abordado e confessou aos militares que vendia drogas e mostrou o local onde os entorpecentes estavam escondidos. Dentro de um tijolo acima de um tanque de lavar roupas havia 13 papelotes de cocaína embalados, prontos para o comércio. O rapaz afirmou aos militares que estava vendendo as drogas para conseguir dinheiro para pagar o advogado do irmão que havia sido preso dias atrás. 

 

Rapaz é espancado após sair de festa

Wanderson Gonçalves Ribeiro, de 24 anos, foi espancado por vários outros jovens na praça Melo Viana após sair de uma festa no Cravo Vermelho. Era por volta das 24h de domingo, dia 24, quando policias militares, que faziam patrulhamento na região do Centro, avistaram um grupo de adolescentes agredindo violentamente com chutes um rapaz que estava caído no chão. Quando a viatura se aproximou, os agressores correram mas policias conseguiram deter quatro jovens. Todos menores de idade, um de 15, dois de 16 e um de 17 anos. Eles são amigos e moradores do Adelmolândia.

A PM relatou no boletim de ocorrência que tiveram dificuldade em conter os agressores que estavam muito agitados. A vítima que estava no chão, foi socorrida à Santa Casa de Sabará mas os médicos a encaminharam ao Pronto Socorro João XXIII com suspeita de traumatismo craniano. O rapaz ficou internado quatro dias e teve alta na manhã de ontem, dia 28. Segundo informações de familiares, a briga começou por causa de uma moça.

A mãe de um adolescente detido, Aparecida Vitorino de Jesus, de 50 anos, disse que a briga começou por causa de uma menina mas que seu filho estava apenas defendendo o amigo. “Meu filho é trabalhador e acabou pegando 45 dias de detenção. Ele não é marginal para ficar preso. Estou angustiada com isso. Tudo por causa de briga dos outros”, comenta a mãe.

 

Garoto quase morre por “rixa” entre bairros

Uma tentativa de assassinato ocorreu na noite de segunda-feira, dia 25, na rua Vieira dos Santos, na Vila Nova Vista. A vítima, um adolescente de 17 anos, levou nove tiros, três na nádega, dois na coxa direita, um na coxa esquerda, um no braço direito, um na bacia e um tiro de raspão no peito. O garoto foi socorrido pela viatura da PM, que fazia o patrulhamento da região, e levado ao Pronto Socorro João XXIII. Até o fechamento desta edição o adolescente ainda estava internado e se recuperando dos tiros.

Segundo os militares, quando chegaram ao local do crime, o garoto estava caído dentro de um lote mas ainda consciente. Ele relatou aos policiais que o suspeito do crime tem o apelido de “Teco” e mora no bairro Bom Retiro. A vítima disse ainda aos militares que há uma ‘rixa’ entre seus amigos do Alto Nova Vista com outras pessoas do bairro Bom Retiro. A PM constatou que o suspeito do crime tem várias passagens pela polícia mas ele ainda não foi encontrado. 
 

 
Edição: 686
Postado em: 9/4/2008 4:06:57 PM
Anuncios Sabaranet | Fone: 31 8590-4080
     

 

     


Veja mais notícias

 

Estrada Real

 

 

.

Visitantes on-line: 1923

.
.
aa
aa

.