vossblues.no Parajumpers jakke Norge canada goose jacket sale canada goose jakker dame doudoune canada goose homme manteau canada goose pas cher canada goose jacket sale billiga canada goose jackor

:: Sabaranet.com.br :: O Portal de Sabará :: COMO ESTÁ A SAÚDE EM SABARÁ? :: REDAÇÃO ::
 

Veja todos os serviços de TELE-ENTREGA de Sabará
VEÍCULOS - CARROS
VEÍCULOS ANUNCIOS
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
TERRENO - CENTRO HISTÓRICO
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
PROCURO NO SCHARLÉ
CONSULTE

OUTROS
SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM SABARÁ!
CONSULTE

INFO - OUTROS
DIGITAÇÃO EM GERAL PARTICULAR E EMPRESA
CONSULTE

Inclua seu anúncio GRATUITAMENTE*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

E-Mail:
Assinar
Remover


 
CAPA

COMO ESTÁ A SAÚDE EM SABARÁ?
 

 A rede pública de saúde encontra-se deficitária, isso deve-se a várias dificuldades, como, falta de médicos, a carência de infra-estrutura adequada nos hospitais e postos de saúde e as longas filas enfrentadas para o atendimento. Para atender os 130 mil habitantes de Sabará, o município possue apenas a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital Regional Cristiano Machado que tem investido para que a população seja atendida de acordo com sua necessidade.

Segundo o provedor da Santa Casa, Dr. Mário de Lima Guerra, a Santa Casa de Misericórdia em Sabará, passa por uma reforma geral, através de um Plano Geral de Obras do governo que já está em execução há 1 ano. “O serviço de nutrição já foi reformado, o bloco cirúrgico teve melhoras nas condições de funcionamento, e até o momento está em fase de conclusão a nova central de materiais e esterilização, além de diversos aparelhos e equipamentos que vem sendo adquiridos”, explica. De acordo com o provedor, as obras e aquisição dos aparelhos são autorizadas pelo controle e fiscalização da Vigilância Sanitária Estadual.

Ele esclarece que a comunidade enfrenta filas no atendimento, mas garante que todos são atendidos com os médicos plantonistas. “Quando um médico falta, tem-se um substituto, temos um médico para a ambulância, outro para atender a fila e as emergências, além do obstetra e no mínimo um pediatra”, explica o provedor da Santa Casa de Sabará.

Segundo Mário Guerra, a prefeitura tem ajudado mensalmente e a comunidade também, com ajuda de doações esporádicas, mas ainda os gastos com medicamentos e manutenção do hospital são altos para atender toda a comunidade. Para ele, a população também pode contribuir com um valor fixo mensal. “O valor antes recolhido na conta da Cemig de R$5,00 para a Santa Casa não será mais realizado, agora quem deseja e pode contribuir com doações mensais podem colaborar através de um boleto que iremos emitir, essa é a única solução prática”, explica.


Já o Hospital Cristiano Machado pertence à rede FHEMIG, e está localizado em Roça Grande como suporte ao Hospital João XXIII em Belo Horizonte. O hospital tem 64 anos, era durante a década de 20 até 1986 uma colônia de hancenianos, (lepra), no decorrer dos anos, o hospital sofreu uma transição e em 2006 teve a missão de atender as emergências de Belo Horizonte e do Hospital João Paulo II.

Atualmente o atendimento é focado em internação de pacientes crônicos que vem do Hospital João XXIII sob cuidados prolongados referenciados e ambulatório de pediatria, ginecologia, clínica médica, psicologia, angiologia, consultas e procedimentos agendados no hospital, para a população local.

De acordo com o gerente assistencial do hospital, Doutor Eduardo Cerqueira, até o final do ano está prevista a inauguração do bloco cirúrgico para cirurgias de pequeno porte, como hérnia, apêndice. Ele explica que o atendimento a população tem sido eficiente que não há reclamações dos pacientes, e os médicos estão disponíveis. “Em termos de atendimento primário a saúde no município, o Hospital Cristiano Machado tem sido uma boa referência, acredito que temos cumprido a nossa função, esperamos que até o início do ano que vem o bloco cirúrgico esteja disponível para o atendimento a população”, explica Dr. Eduardo Cerqueira.


Dificuldades ou melhoras?

De acordo com o secretário de saúde de Sabará, Hélio Figueiredo, o município possuem 10 unidades básicas de saúde, que funcionam com uma equipe de três médicos em cada unidade, o clínico geral, ginecologista e o pediatra. O secretário afirma que o município possuem todos os medicamentos contidos na listagem do SUS fornecida pelo Ministério da Saúde. “Algumas pessoas que consultam em médicos particulares e solicitam na secretaria da saúde o remédio da receita, não podem ser atendidas, pois mantemos em nosso estoque apenas os medicamentos que o SUS fornece, e estes sempre estarão à disposição da comunidade nas unidades básicas”, esclarece.
Hélio Figueiredo diz que, eventualmente pode acontecer demora no fornecimento dos medicamentos que é feito pela FUNED, mas que isso não acontece constantemente. O secretário explica que a listagem fornecida pelo SUS aumentou, e que ainda, este ano as unidades básicas poderão contar com aproximadamente 300 tipos de medicamentos.
Entre as dificuldades enfrentadas no sistema de saúde, Hélio Figueiredo diz que em Sabará, um grande problema é a burocracia para contratação de médicos. “Manter um profissional no município de Sabará é difícil, principalmente com a concorrência na capital, pela distância e o salário que é oferecido, muitas vezes o médico prefere trabalhar em dois locais em Belo Horizonte e estar perto de casa do que optar por uma região metropolitana”, explica.

Já o problema das longas filas enfrentadas pela população na Santa Casa, o secretário de saúde explica que é preciso um trabalho de conscientização da população. “Em 70% dos casos a população procura a Santa Casa para atenção básica, o ideal seria que a comunidade procurasse atendimento apenas em casos que demanda uma internação ou cirurgias, é bom lembrá-los que as unidades básicas funcionam e estão à disposição com os medicamentos e médicos necessários, além de serem locais mais próximos de suas residências”, diz o secretário de saúde.

A novidade para melhoras na saúde em Sabará é a construção do Pronto Socorro, que conta com o apoio do prefeito Sérgio Freitas. Segundo o secretário de saúde, a criação do pronto socorro vai ajudar muito no atendimento da população. “A pedra fundamental vai ser lançada, a obra vai iniciar e isso é um grande ganho para o município, os pacientes que encontram-se em estado grave não precisarão ser encaminhados para Belo Horizonte, este é o maior legado que o prefeito está deixando para Sabará”, diz o secretário.

Helio Figueiredo considera que, atualmente, a saúde em Sabará está sob controle que os profissionais da área de saúde, estão sendo capacitados e educados para atuar nesta área e ajudar a comunidade. “Dia a dia estamos trabalhando para melhorar a saúde em Sabará, reforçando os programas de sáude já existentes para serem efetivados, penso que nosso esforço não pode parar nunca e cada um precisa fazer a sua parte, a população sabarense precisa entender que saúde é igual para todos”, explica Hélio Figueiredo.


Parceiros da saúde

O deputado estadual Wander Borges, juntamente com o provedor da Santa Casa de Sabará, Dr. Mário Guerra e seu filho Marcelino Guerra, foram recebidos no último dia 29 de julho pelo Secretário de Estado, Marcos Pestana para tratarem de assuntos referentes à liberação de recursos da ordem de 200 mil reais para o hospital, no âmbito Pró-Hosp.

O Pró Hosp é um programa com iniciativa do governo estadual que possibilita à população minera atendimento hospitalar de qualidade e mais facilidade para o atendimento em locais próximos da residência da comunidade. O Pró-Hosp procura consolidar a política estadual de regionalização da saúde, investindo nas 75 microrregiões e 13 macrorregiões sanitárias. O objetivo é que o paciente se desloque o mínimo possível de seu município para receber assistência médica evitando ter que viajar ou ser transportado para os grandes centros ou para a capital mineira.

Segundo o deputado Wander Borges, a criação desse programa foi de grande avanço para as cidades de Minas, principalmente para os locais com menor nível de recursos. “Fico muito feliz em saber que o Governo do Estado pode vir a liberar essa verba para Sabará, a saúde é um dos mais graves problemas da atualidade e, é por meio de programas como esses que conseguiremos alcançar uma qualidade de atendimento público à saúde satisfatória à população”, explicou Wander Borges.

 

Onde adquirir medicamentos básicos?

Unidade de saúde Siderúrgica
Praça Louis Ensch, s/n°, Siderúrgica. Tel: 3672-6058

Unidade Básica de Saúde Morro da Cruz
Rua Santa Cruz, s/n°, Morro da Cruz. Tel: 3674-3150

Unidade Básica de Saúde General Carneiro
Rua Rio Grande do Sul, n° 12, General Carneiro. Tel: 3671-9992

Unidade Básica de Saúde Vilas Reunidas
Rua Tiradentes, n° 191, Vila São José. Tel: 3671-7444

Unidade Básica de Saúde KM 14
BR, 381, s/n°, Borba Gato. Tel: 3691-1016

Unidade Básica de Saúde Nova Vista
Rua Alzira, n° 242, Nova Vista. Tel: 3487-9666

Unidade Básica de Saúde Nossa Senhora de Fátima
Rua Rio Verde, n° 70, Nossa Sra de Fátima. Tel: 3672-2672

Unidade Básica de Saúde Ravena
Travessa Cândido Lúcio F. Pinto, s/n°, Ravena. Tel: 3672-3704

CAPS II- Centro de Atenção Psicossocial Adulto
Rodovia MG 5, KM 7, Nações Unidas. Tel: 3672-9836

Equipe de Saúde da Família Pompeu
Rua Raimundo Francisco Ferreira, n° 245, Pompeu. Tel: 3671-6102

Equipe de Saúde da Família Castanheiras
Rua Catarina de Freitas, 390, Jardim Castanheiras.

 
Edição: 683
Postado em: 8/13/2008 2:17:32 PM
Anuncios Sabaranet | Fone: 31 8590-4080
     

 

     


Veja mais notícias

 

Estrada Real

 

 

.

Visitantes on-line: 2148

.
.
aa
aa

.