vossblues.no Parajumpers jakke Norge canada goose jacket sale canada goose jakker dame doudoune canada goose homme manteau canada goose pas cher canada goose jacket sale billiga canada goose jackor

:: Sabaranet.com.br :: O Portal de Sabará :: SABARÁ QUER SE TORNAR REFERÊNCIA EM MÃO-DE-OBRA :: REDAÇÃO ::
 

Veja todos os serviços de TELE-ENTREGA de Sabará
VEÍCULOS - CARROS
VEÍCULOS ANUNCIOS
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
TERRENO - CENTRO HISTÓRICO
CONSULTE

IMÓVEIS - LOTES
PROCURO NO SCHARLÉ
CONSULTE

OUTROS
SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM SABARÁ!
CONSULTE

INFO - OUTROS
DIGITAÇÃO EM GERAL PARTICULAR E EMPRESA
CONSULTE

Inclua seu anúncio GRATUITAMENTE*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

E-Mail:
Assinar
Remover


 
GERAL

SABARÁ QUER SE TORNAR REFERÊNCIA EM MÃO-DE-OBRA
 

    Um estudo divulgado pelo IPEA no fim do ano passado (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) apontou que apenas 18% dos desempregados brasileiros tinham os requisitos necessários para serem absorvidos pelo mercado de mão-de-obra especializada, o que impede 7,4 milhões de brasileiros de conseguirem emprego. Ainda segundo o estudo, mais de nove milhões de pessoas estão à procura de um emprego. No entanto, somente 1,676 milhão de trabalhadores têm experiência ou qualificação profissional necessária para a área em que desejam atuar. O problema afeta principalmente a indústria e o comércio. “Podemos chamar esta época de apagão da mão-de-obra qualificada. O emprego hoje é para a pessoa especializada porque o emprego do que ‘faz tudo’ não existe mais”, reflete o Secretário de Desenvolvimento Econômico, José Luiz. Faltam soldadores, mecânicos industriais, operadores de máquina ferroviária, especialistas nas área de matemática, física e biologia, vendas de produtos industriais, entre outros.

    Sabará não está fora dessa realidade já que a mão-de-obra daqui também não está qualificada. A constatação foi feita pela gerente do posto do Sine da cidade, Fernanda Duarte, em uma entrevista publicada pela Folha no fim do ano passado.


    Porém, a palavra qualificação tem significado mais amplo do que apenas capacitação técnica. “Qualificação é a qualidade do serviço. É saber resolver problemas dentro de sua área”, revela o secretário. Há, inclusive, quatro pilares nos quais se baseiam a competência profissional: saber aprender, saber fazer, saber viver em sociedade e saber ser. Os pilares fazem parte de uma técnica sugerida pelo relatório “Educação, Tesouro a Descobrir”, da ONU (Organização das Nações Unidas).  “Isso significa que não adianta apenas o diploma. O aprendizado deve ser contínuo porque os padrões tecnológicos mudaram. Já o ‘saber ser’ está relacionado ao tipo de atitude da pessoa, e isso tem a ver com a ética”, explica José Luiz.

 

 

Sabará vai ter seu Plano Municipal de Qualificação de Mão-de-Obra

    Na tentativa de mudar este quadro de falta de qualificação de mão-de-obra, a Prefeitura de Sabará vai promover no dia 28, com a produção da ADESS (Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Sabará), o I Fórum Municipal de Qualificação de Mão-de-Obra que vai elaborar, a partir da participação de representantes empresariais,  governamentais e da sociedade civil, o Plano Municipal de Qualificação da Mão-de-Obra. Este plano consistirá num planejamento de ações que visem, a curto, médio e longo prazo, qualificar os trabalhadores sabarenses a fim de proporcionar a eles melhores condições de concorrer no mercado de trabalho. “Para nós, um evento como este é da maior importância”, afirma Ricardo de Assis Santos, gerente de Recursos Humanos da AngloGold Ashanti. “Temos como prioridade a contratação de mão-de- obra local e, portanto, o desenvolvimento dessas pessoas é fundamental para que elas participem dos processos seletivos da empresa, gerando também empregos e melhoria de vida na comunidade”, destaca o gerente da empresa, que será debatedor no evento.

    Para o vice-presidente do Sindimesa (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Sabará), João Bessa, que é também gerente de Recursos Humanos e de Gestão de Qualidade da Arcelor Mittal, deve haver união para que se forneça a qualificação profissional. “É necessário que ocorra um esforço da sociedade, das empresas, autoridades e escolas. Também a população deve buscar essa qualificação. Se isso não ocorrer, a população vai perder oportunidades que estão disponíveis”, constata.

    O Fórum Municipal será apenas um ponto de partida para a elaboração do Plano Municipal de Qualificação que terá como referência justamente o documento da ONU. O Secretário de Desenvolvimento Econômico, José Luiz, destaca que o Plano será composto de diagnóstico e diretrizes estratégicas. Uma das finalidades é a melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal que mede os índices de escolaridade, de renda per capita e de longevidade. Vale salientar que mesmo antes do fórum Sabará já estava em sintonia com as necessidades da economia. Prova disso foi a instalação do CEFET (Centro Federal de Educação Tecnológica) de Ouro Preto, aqui na cidade. Foi a primeira escola técnica do município, instalada em 2007. “O CEFET é um marco histórico para Sabará. A cidade agora está qualificando centenas de pessoas e muitas delas já estão até mesmo trabalhando em empresas do município”, avalia o prefeito Sérgio Freitas.

AÇÕES

    Um exemplo de ação de curto prazo a ser desenvolvido no plano será o incentivo ao programa Escola de Fábrica, do governo federal, que permite que jovens atuem dentro das empresas com o recebimento de uma bolsa mensal de R$150 paga pelo governo federal. Outra proposta é a ampliação de entidades de aprendizagem “O governo federal flexibilizou a aprendizagem profissionalizante. Hoje isso pode ocorrer em qualquer entidade que esteja habilitada. A entidade poderá fazer um convênio com o governo federal para obter verba do FAT (Fundo do Amparo ao Trabalhador), desde que construa um plano”, enfatiza o secretário de Desenvolvimento Econômico. Outras ações serão o incentivo para que as escolas estaduais de segundo grau forneçam aprendizado profissional. “O governo do Estado permite isso desde que seja demonstrada a necessidade da mão-de-obra”, declara.

Vale frisar ainda a existência do Plano Nacional de Qualificação, do governo federal, que garante verba aos Planos Municipais que estejam habilitados. Porém, esta já é uma ação de longo prazo. Mas não adiantam tantas ações de qualificação se o mercado não absorver as pessoas. Por isso, o secretário garante que a formação da mão-de-obra ocorrerá em função da demanda das empresas não apenas de Sabará, mas da RMBH (Região Metropolitana de Belo Horizonte), que, segundo ele já estão em contato com a prefeitura. A idéia, que espera-se que não seja apenas um sonho, é de que Sabará se torne uma referência em mão-de-obra.

 

 

 
Edição: 673
Postado em: 5/28/2008 4:14:19 PM
Anuncios Sabaranet | Fone: 31 8590-4080
     

 

     


Veja mais notícias

 

Estrada Real

 

 

.

Visitantes on-line: 1533

.
.
aa
aa

.